Sobre felicidade e consumismo

Oi pessoal, eu voltei. Sim, 2017, depois de tanto tempo, voltei. Voltei porque, mesmo com a correria, sempre adorei meu blog e o espaço que tenho para escrever aqui. Como vocês estão? Hoje decidi escrever um texto sobre a ideia de felicidade num mundo consumista como o nosso. Decidi escrever esse tema porque quero começar o ano refletindo.

Primeiramente, quando falamos em felicidade, para muitas pessoas, a primeira palavra a se pensar é “dinheiro”. Sim, dinheiro. Não serei hipócrita em fingir que não relacionamos felicidade ao dinheiro. Relacionamos. O tempo todo. Isso piora quando você é uma pessoa normal, com um salário razoável que normalmente usa para sobreviver, vendo e seguindo as milhares de pessoas, ricas, bonitas, magras, famosas e “felizes” – por ser tudo isso – no Snapchat, no YouTube ou no Instagram. Pois é. Não é fácil encarar a sua realidade vendo outras melhores que a sua. Mas será mesmo que elas são melhores?

img_0271

Decidi criar o blog por estar cansada de buscar canais e blogs de lifestyle ou beleza que mostrassem a realidade. Produtos e serviços acessíveis. Parece que não há. Tudo para as pessoas com melhores condições é acessível. Porém o “acessível” deles é, no mínimo, R$50 numa blusa. Mas como assim? É possível estar na moda e se sentir bonita com roupas de segunda mão, de um brechó, ou simplesmente de uma loja mais barata. É possível se sentir maravilhosa “pechinchando”. E sinceramente? É isso que devemos fazer. Porque vários produtos que gastamos “rios” de dinheiro não são necessários ser de tal marca ou tal valor. Claro, é necessário investir em qualidade, mas também é necessário frear o nosso consumismo e a vontade de ostentar. A moda passa rápido. E nossa felicidade de compra também. É uma necessidade que nos empurra a sempre precisar renovar, comprando mais e mais.

E não, não concordo com a desigualdade social e financeira do mundo. Não concordo com o fato de termos que economizar tanto em coisas banais enquanto outros gastam muitos reais ou dólares em um produto básico. Sei o quanto o poder aquisitivo/de compra alto nos faz sentir bem. Mas não devemos resumir nossa felicidade a isso.

13501934_1334636093233158_515250748651938457_n2

É possível ser linda com uma roupa de R$20 da lojinha popular do centro da cidade – que ninguém conhece – ou com uma base de R$10 da Ruby Rose (dica da minha amiga Tonks haha). É possível ser feliz estando em casa enquanto seu feed é bombardeado de fotos de pessoas em praias caras e chiques durante as férias. É possível ser feliz tendo gordurinhas e “pneus” mesmo vendo fotos a todo momento de pessoas com barriga “negativa”. É possível se sentir maravilhosa tirando uma foto do seu Samsung velhinho mesmo sabendo que vários amigos tiram fotos de seu iPhone 6. Sim, é difícil. Mas é possível. Porque nesse mundo injusto, capitalista e consumista, precisamos nos lembrar de quem somos. Mesmo que tentem te diminuir como ser humano e te resumir ao dinheiro que você possui, é possível lutar contra isso. E precisamos. Já pensou se acordássemos nos sentindo lindas como somos? Uma das maiores indústrias do mundo, a de cosméticos, provavelmente iria falir.

É possível associar felicidade a momentos felizes e não resumi-la ao dinheiro. Deixe de seguir algumas celebridades no Instagram. Deixe de acompanhar 24h as Kardashians no Snapchat. Pare de ver vídeos a todo momento de “Tour pela minha casa” (ou seria mansão?) de blogueiras com uma boa situação financeira. Chega de financiar esse tipo de entretenimento. Tente enxergar sua vida como ela é e como você pode mudá-la. Nem tudo se resume a comprar.  A gente precisa viver. E viver não necessariamente tem a ver com compras. Mas sim com momentos. Se permita curtir um momento simples, estar cercada de quem se ama. Se permita ficar off dessa – falsa – felicidade mostrada nas redes sociais. Porque todo mundo possui problemas. Todas as famílias possuem brigas de perto. Todo mundo enfrenta algum monstro e tenta escondê-lo a todo custo da sociedade – e eu mesma me incluo nisso. Alguns enfrentam situações mais difíceis que outros. Mas sejamos gratos e orgulhosos por sermos quem somos.

img_1252

Chega de se diminuir perto dessas pessoas “felizes”. Chega de comparar sua felicidade com base em um feed bonitinho de pessoas que viajam muito ou numa família de propaganda de margarina. Comece a se amar e a amar o que possui. Esteja orgulhoso de sua caminhada. Sinta-se livre a crescer sempre. Você não é o que você compra ou adquire. Dinheiro é só uma forma de concretizarmos ideias mas não é o único modo. Você é mais que isso. Nós somos. É possível sim ser feliz com menos do que nos dizem. Devemos resistir a esse bombardeio de consumo o qual estamos cercados. É difícil, mas precisamos dar o primeiro passo. É possível viver momentos felizes do nosso jeito, na nossa simplicidade. Porque é isso que a felicidade é. Ela simplesmente se manifesta em momentos felizes. Ninguém É feliz todo dia. Pessoas FICAM felizes. Todos nós possuímos altos e baixos. Devemos ter força para alcançarmos o alto, mas coragem para assumir – também – os baixos.

Espero que tenham refletido um pouquinho, assim como eu tentei fazer. Sei que minha visão pode mudar daqui a um tempo e que não sou dona da verdade, mas precisava compartilhar esses pensamentos. E para vocês? O que é ser feliz? Comentem aqui. A gente sabe que a simplicidade também anda com a felicidade. Até a próxima,

crt-branco

Fotos aleatórias adicionadas propositalmente: por eu mesma

Motivo de adicioná-las: indicam momentos simples e felizes que aconteceram na minha vida

Foto quando criança na piscina da amiga da minha mãe: 0 reais

Autógrafo do Cícero: menos de 10 reais o ingresso para seu show no Sesc + 1 hora na fila para vê-lo

Foto da minha gata: não tem preço

Anúncios

Make vintage/retrô

Olá pessoal, como vocês estão? Se tem um assunto que eu amo falar é sobre maquiagem. E coisas vintage/retrô. E é por isso mesmo que hoje trago um “post inspiração” com makes que remetem a esse estilo antigo, de décadas passadas. Gosto de trazer fotos mostrando os diferentes tipos de maquiagem justamente para a gente ver que ela é igual à moda: atemporal. Tudo depende da época e do estilo que as pessoas estão usando. Hoje em dia, em 2016, estamos vivendo um período em que nos inspiramos nas irmãs Kardashians e em makes elaboradas, herdadas das Drags Queen, mas isso não significa que elas são as únicas bonitas ou as “corretas” que a gente deve seguir. Pelo contrário, devemos nos olhar no espelho e seguir nosso próprio estilo, usando aquilo que nós faz bem – e digo isso porque conheço muitas meninas e mulheres que simplesmente não conseguem se reconhecer com uma make pesada e sentem melhor sem! Então vamos às fotos?

rita023

ce27a132e49969c2fed13b4d94c2a9e1

liztaylor

priscilla

audrey

brigitte

sophialoren

marilynmonroe

twiggy

sophoa

jane

twiggyyy

marr

Famosas atuais que se inspiram nesse estilo de make antigo:

katy-perry1

Katy+Perry+Glamour+Women+Year+Awards+2009+ln6Yk_TwohQl

51st Annual GRAMMY Awards Salute To Icons Clive Davis Pre-Grammy Gala

katy2

Dita-Von-Teese

dita1

dita3

dita2

Attends the “Charles James: Beyond Fashion” Costume Institute Gala at the Metropolitan Museum of Art on May 5, 2014 in New York City.

ammy

ammyzz
amyy

amy

WITHOUT PRIOR PERMISSION THIS IMAGE IS ONLY TO BE USED TO PROMOTE THE ABOVE PROGRAMME WHILST AIRING ON CHANNEL 5 No Merchandising. Editorial Use Only Mandatory Credit: Photo by ITV/REX Shutterstock (701358bf) Vodaphone Summer Series of Music at Somerset House – Amy Winehouse. ITV ARCHIVE

christinaaguilera

christinaguilera

chrstina

Christina Aguilera - showcase

LONDON – JULY 20: Christina Aguilera arrives for her showcase at KOKO on July 20, 2006 in London, England. (Photo by MJ Kim/Getty Images)

lana3

lanamaravilhosa

lana2

Versace - Front Row - MFW F/W 2013
MILAN, ITALY – FEBRUARY 22: Lana Del Rey attends the Versace fashion show during Milan Fashion Week Womenswear Fall/Winter 2013/14 on February 22, 2013 in Milan, Italy. (Photo by Venturelli/WireImage)

Bom, pessoal, por hoje é isso! O que acharam? Comentem aqui qual o tipo de make preferida de vocês! Espero que esse post tenha trazido um pouco de inspiração a todos!

Até a próxima,

crt-branco

Voltei!!

Olá pessoal!! Como vocês estão? Finalmente voltei para o meu bloguinho! Sim, ficar um semestre inteiro sem postar é péssimo, e é por isso mesmo que decidi levar esse espaço um pouco mais a sério. Adoro escrever aqui e tenho muita dica e conteúdo para compartilhar com vocês!

keepcalm

De início, pensei em fazer posts das seguintes categorias: guia de compras, cuidados com o cabelo, resenha de makes veganas e inspirações. O que acham? São posts que seguem a linha do que já existe no blog, porém com alguns conteúdos reformulados. O que vocês gostariam de ver aqui? Comentem e ajudem a tornar o blog um espaço em que vocês se sintam satisfeitos com o que acompanham!

Até a próxima,

crt-branco

Feliz 2016 + retrospectiva

Hey, seus lindos! Como vocês estão? Ok, lá se foi um ano todo. Super rápido. Como sempre. Estava relendo meu post de boas-vindas a 2015 e já estamos em 2016!!!! OMG!!!! Como vocês passaram de réveillon? Eu passei – pela primeira vez na história – na minha casa com meus amigos! Foi ótimo. Bebi, conversei, rimos muito e percebi que algumas amizades valem realmente a pena. Teve muito amor. E creio que isso é o que importa. Venho hoje fazer um post de retrospectiva. Vou listar todos os meus desejos realizados no ano passado e meus novos pensamentos.

Então vamos lá:

1 – Troquei de curso! E agora?

children

Lembram quando eu falei que cursaria Arquitetura e Urbanismo? Pois é, mudei. Eu continuo amando essa área. Sou formada em Edificações e amo estudar o assunto. Adoro fazer croquis, comprar revistas de decoração, visitar exposições, ler livros de arquitetos famosos, salvar imagens de design… Porém percebi que talvez eu não queira trabalhar com isso. Podemos nos identificar com várias áreas, mas não necessariamente seguir por uma delas. Não sei se o mercado atual me chama muito a atenção. Há muita competitividade injusta, talentos não reconhecidos, status e falta de acessibilidade social. E isso contou muito para mim. Sonho em poder projetar minha própria casa um dia, porém quero uma profissão ainda mais humana e voltada à sociedade. Para tanto, resgatei um afeto que tinha com a pedagogia. Cheguei a me matricular numa federal neste curso no meio do ano, entretanto, pretendo ficar na Unesp da minha própria cidade. Quero desenvolver projetos, viver a realidade de perto, fazer pesquisas, mudar um pouco esse mundo. Será que conseguirei? Voltarei em breve com novidades!

Obs.: Confesso que estou esperando o resultado da USP pelo Sisu. Boa sorte a nós!

2 – SIM, COMECEI A ACADEMIA!!!!

women_sports_fitness_1680x1050

Chocados? Eu fiquei hahaha Comecei a fazer academia em julho e continuei com ela até o final de setembro. Por conta de um susto médico (minha retina descolou) e uma cirurgia de emergência, precisei me afastar. Porééém já estou planejando meu retorno para fevereiro! Praticar atividade física é bom demais!! Acreditem! O difícil é começar. Depois do pontapé inicial, é difícil largar!

Obs.: Pago uma mensalidade de apenas R$60. Procurando na cidade, é possível achar locais acessíveis!

3 – Virei vegetariana. E vegana.

vegan

“Como assim, Isabela?”: pois é. Eu estava em transição para o vegetarianismo havia dois anos. Só comia frango e – raramente – peixe. Até que algumas semanas após ter completado 18 anos, decidi largar tudo. Pessoal, animais sofrem e é necessário ter consciência sobre a indústria da carne. É cruel, desumana e, além disso, traz pesadas consequências para o meio ambiente. Vocês tem vontade de ajudar o planeta e os animais mas não querem parar de comer carne? Comecem pela “segunda-feira sem carne”. É uma campanha apadrinhada pelo Paul Mccartney há muito tempo. Não fará falta a vocês, mas ajudará muito o mundo em que vivemos. Juntos somos mais fortes.

Se quiserem saber mais sobre o projeto, acessem

Agora sobre o veganismo: para quem não sabe, se tornar vegano consiste em parar de consumir produtos derivados de animais. Nada de leite, ovos, mel, corante cochonilha, gelatina (tutano), produtos testados em animais, lanolina, seda, lã, penas etc. O veganismo não é uma dieta. É um estilo de vida. Para isso, é necessário ter consciência total sobre a exploração de seres sencientes – ou seja, que possuem a capacidade de sentir. Sim, é difícil, mas com transição e pesquisa, é possível. E tem mais: há infinitas receitas para viver bem com o “lifestyle” vegano.

Para saberem mais, acessem

Obs.: Sabiam que há vários famosos veganos? Leiam esta lista (a minha inspiração brasileira é a Yasmin Brunet)

4 – Fui a váááárias festas!

partygif

Bom, fiz 18 anos em 2015 e comecei a poder entrar nas baladas da vida hahaha Fui na maioria dos “clubes” e pubs da minha cidade. Gente, sair com os amigos é muito bom. Todos sabem. Mas sair e se divertir como se não houvesse o amanhã é melhor ainda! Que em 2016 haja ainda mais festas para eu ir! E para vocês também! Hahaha

5 – Não, não encontrei o amor da minha vida hahaha

casal

Bom, esse ano conheci pessoas incríveis e não passei o tempo sozinha. Porém sinto que ainda não apareceu aquela pessoa que realmente pudesse me assumir como seu par. Mas quem se importa? O mundo está aí para ser explorado. E como dizia a pensadora contemporânea MC Mayara, “para que ter um se eu posso ter sete?” Hahaha Brincadeiras à parte, lembrem-se sempre que não precisamos de alguém para nos completar. Precisamos de alguém para nos transbordar.

6 – Ajudei um animal de rua a ganhar um lar…

nininha

Estão vendo essa linda da foto? É a Nininha! Eu a resgatei da rua quando estava passando em frente a um ponto de ônibus perto de casa, à noite, após sair do shopping. Estava frio e ela estava toda encolhida no banco, tremendo. Não resisti e trouxe para casa. Contrariei meus pais, tive que adaptar um cantinho longe do meu outro cachorro, mas deu tudo certo! Divulguei no facebook, castrei, dei banho, comida, água. Dei uma nova chance à ela. Uma atitude tão simples para mim, mas que mudou completamente sua vida. Hoje a Nina vive em uma casa com outros dois gatinhos e tem donos extremamente carinhosos! Engordou e está super saudável. Se vocês puderem, deem lar de passagem a um animal de rua! Não custa nada para nós, mas para eles vale a vida!

Obs.: Procurem ONG de proteção animal na cidade em que vocês moram. Elas sempre precisam de doação de ração e voluntários. Mude sua atitude para mudar o mundo.

7 – Me tornei ainda mais ligada nas questões sociais!

feminism

Sim, eu sou feminista. Sim, tenho empatia pela causa negra e LGBT. Sim, estou pesquisando cada vez mais sobre esses assuntos para ter uma consciência maior de mundo. Não, não tolero preconceito e discriminação. Não, lutas sociais não são desnecessárias. Sim, se acham isso, estão errados.

Bom, pessoal, algo que a gente deve aprender – e que eu aprendi – é que há muitas coisas erradas na nossa sociedade atualmente. E o pior: elas passam despercebidas. Por isso, é necessário sim lutar pelos nossos direitos e entender a opressão que o amiguinho ou amiguinha sofre. Portanto, me liguei bastante às questões que envolvem a comunidade no ano passado. Em 2016 quero ter ainda maior participação política e, para isso, já estou planejando participar de um coletivo feminista dentro da universidade. Para quem não sabe, coletivos se reúnem semanalmente ou mensalmente para discutir assuntos do interesse de sua luta, debatendo, questionando, protestando etc. Acredito que evoluí muito como pessoa e cidadã, mas tenho muito mais a aprender.

8 – Continuei meu curso de Francês e comecei a fazer italiano!

italiano

Bom, não sei se vocês sabem, mas eu amo estudar línguas! Faço francês desde 2014 e continuei o curso ano passado. Além disso, iniciei meus estudos de italiano na UNESP daqui. Infelizmente só fiz um semestre porque achei que fosse me mudar de cidade, mas acabou não acontecendo e não retornei às aulas. Porém, em 2016 pretendo continuar meus estudos nas duas línguas. Quero me aprimorar. Ademais, ando assistindo a várias séries e filmes em inglês, portanto, também estou treinando esse lado hahaha Uma dica de aplicativo para quem gosta de estudar línguas é o Duolingo! É rápido, fácil de mexer e muito bom para treinar os três níveis: básico, intermediário e avançado.

Ah! Tem o site também. É esse aqui

9 – Acompanhei séries maravilhosas!

jessica-jones-friend

Ok, agora farei uma propaganda do Netflix. Gente, o que é esse site maravilhoso? Em 2015 acompanhei várias séries demais e posso dizer que Jessica Jones foi a minha preferida. Adoro a Krysten Ritter (atriz principal) e a história é envolvente. Além desta, aconselho vocês assistirem a How To Get Away With Murder, American Horror Story, Bates Motel e Desperate Housewives (clássica)! Haha

10 –  Aprendi a me amar mais!

lovee

Finalmente, depois de tanto tempo, aprendi a me amar um pouquinho mais. Tirei o aparelho, cortei o cabelo de forma radical. Mudei meu guarda-roupa e estou montando meu estilo aos poucos. Quando era nova, durante a infância (até uns 14 anos), sofri bullying e isso fez com que minha auto-estima ficasse cada vez mais baixa. Em 2015 completei 18 anos e acredito que finalmente fiz as pazes comigo mesma. Hoje me vejo com outros olhos e tento ser o mais confiante possível. Não deixem que te digam o seu valor. Você é importante. Você é linda(o)! Se ame antes de tudo. Só assim você conseguirá amar o próximo.

Bom, pessoal, essa é minha retrospectiva de 2015. E como foi o ano de vocês? Comentem aqui! Adoro compartilhar experiências e quero saber como vocês reagem aos posts do blog.

Até mais,

crt-branco

 

 

 

Compras de Natal

Olá seus lindos, como vocês estão? Sei que, como sempre, estou sumida, mas vida de cursinho não é fácil, não!! Haha Porém, hoje trago uma lista de comprinhas que fiz para o Natal gastando beeeeem pouco! Porque compras produtivas são compras que economizamos, não é mesmo? Então vamos lá:

1 – Riachuelo: Saia jeans de cós alto da Pool. Valor: R$9,90:

1917048_1196122670417835_7156358356201422497_n

10311890_1196122620417840_3813514776492752560_n

Siiiiiim! Paguei apenas 9 fucking 90 reais!! Dá para acreditar? Eu adoro a Riachuelo porque ela tem as melhores promoções ever! É só procurar nas araras que vocês acham produtos com preços bem bacanas! Haha

2 – Loja Popular: Blusa cropped branca com zíper. Valor: R$19,90:

12390932_1196122560417846_2677170160931432124_n

Pessoal, eu procurei uma blusa assim em vááárias lojas. Na Renner e na C&A, por exemplo, vi modelos parecidos por R$60, R$70… Não achei o preço camarada e decidi pesquisar mais! Tá aí! Sabe aquelas lojinhas populares do centro que menosprezamos quando passamos em frente? Então! Elas tem os melhores preços! Vi o top, experimentei e ficou perfeito! Economizei uns R$40 pesquisando outros lugares para comprar!

Obs.: O tecido é elástico, veste bem, é grosso (material resistente) e ainda vem com bojo!

3 – Loja Popular: Blusa cropped preta. Valor: R$19,90:

10625021_1196122537084515_3278522688886836052_n

10173688_1196122507084518_7578989904749436375_n

Novamente, o que uma pechincha não faz, né? O mesmo estilo de blusa, porém com detalhes e na cor preta.

4 – Riachuelo: Caderninho de mão. Valor: R$5,90:

12360394_1196122600417842_5181200348787381767_n

12376518_1196122583751177_7503531904189646079_n

Siiiim! A Riachuelo tem papelaria! E não, não é cara. Muitas vezes ignoramos os produtos expostos na fila para o caixa, mas eu não faço isso! Haha Olhei este caderninho e achei muito fofo. Sou apaixonada por bloquinhos de mão! Obviamente, por um precinho camarada, decidi comprar!

Obs.: Tinha um igual, porém na cor azul com figurinhas de pandas e coelhos. Estou pensando neste outro até agora. Vou comprar!!

5 – Riachuelo: Pasta de plástico. Valor: R$3,90:

12369061_1196122650417837_1606375212207296685_n

Olha que fofa! Adoro comprar pastas e não resisti em levar esta! Paguei menos de 4 reais e achei lindos esses tons pastéis!

Bom, pessoal, espero que tenham gostado! Esta é a parte 1 das compras de Natal e logo mais trago produtos lindos por um preço baixo! Vale a pena pesquisar, viu? Vocês encontrarão coisas legais e ainda economizarão! Haha

Até a próxima,

crt-branco

 

Moda: 40’s, 50’s e 60’s!

Olá, suas maravilhosas e maravilhosos, como vocês estão? Oh minha Deusa, eu sei que estou super sumida e atrasada, poréééém, trago hoje um post lindo sobre a moda dos anos 40, 50 e 60! Quem é que nunca ficou babando naqueles looks lindos de cintura marcada, decote valorizado, sapato boneca e cabelo todo trabalhado nas ondas, não é mesmo? Não tem um que não se apaixone ao ver uma foto antiga assim! haha Sou super suspeita para falar algo, pois adoro tudo que é “vintage” ou “retrô”. Acho que reencarnei direto dessa época! haha Então vamos logo ao que interessa:

243554_3e9f36a755394239a5df74110fd2e6e2

19201_873533466045380_5077637123138133138_n

16914_888676401197753_2894170531666730380_n

13270_857743894291004_719991985491307104_n

1940s-day-dress-war-years

1940-fashion

936full-elizabeth-taylor

0699b808e8049d43c04ad0435e2919b4

543eeebd89086718

70s-fashion-22

50s-swimsuits-life-magazine-1350159858_b

50s-style-wedding

50s-animal-print-bw-beauty-gene-tierny-inimigs-do-hp-Favim.com-53936

40s-fashion-1348965914_b

40s_dressing

6a0153920a0c45970b015392335d78970b-320wi

0f22b90ea05298297f1b96a73e532f4c

0c20f57e7421a9653192a31f4ac2df43

10991452_822394691159258_9205814399275359353_n

10959010_830418037023590_2456811506279419072_n

10641075_889553567776703_7004194180266787441_n

10429260_843363155729078_5278735609514124166_n

10423938_864027400329320_5309739946595016136_n

8124366_orig

3991953_orig

1800396_819984674733593_3941689914839303601_n

1625722_811743098891084_6243912189217362590_n

Elizabeth_Taylor_703-1

f2030b87cee93d58667a16464dfd2389

fashionsof19341

ff9e68ca8912b9350c6e5074834e2fd8

large_85d8b80b-2f57-4ea0-a24f-8a0a73d6f39a

Lauren-Bacall

models-for-the-house-of-marbel-juanita-and-viki-la-moda-en-espac3b1a-19552

party-dress-

rexfeatures-616575a

sq50sfashion

staceyreid.com-news-wp-content-uploads-2012-05-50fash1841

tumblr_lq05u6dY5p1qzdzbuo1_500

tumblr_m4ig7w8jHq1qdfdhao1_1280

tumblr_moe2nouZ2w1s5gokio4_500

tumblr_n1tyau4nmB1sqyiebo1_r1_1280

vestidodenoiva_epoca-1950

vestidodenoiva_epoca-1960

VintageMcCalls

wpid-40s-Fashion-Women-Clothing-2015-2016-7

Ok, o que acharam? Gente, eu, ao terminar este post, estou D-E-S-M-A-I-A-D-A! haha É tanta coisa linda que eu não sei o que dizer, apenas sentir! Espero que vocês se inspirem muuuito nestes looks! Procurem peças originais nos brechós da cidade, peguem aquele casaco de 30 anos atrás da sua mãe, customizem, criem, comprem! Vocês podem! haha No próximo post trago mais inspirações! Até a próxima,

crt-branco

Presentinhos do mês passado!

Hey pessoal, como vocês estão? Espero que bem! Sim, estou hiper sumida, mas a vida anda mais corrida do que o planejado. Porém, hoje venho aqui apresentar alguns presentinhos que ganhei no mês passado! E adivinhem o que é: maquiagem, é claro! rs Ainda não os testei, porém não resisti postá-los aqui antes de abrir as embalagens! Então vamos lá!

Batom Roxuva, da “quem disse, berenice?”

Valor: R$29,90

20150425_155723

20150425_155913

20150425_155930

20150425_160007

20150425_160127

20150425_160154

Eita cor maravilhosa, Rosana! Gente, este presente, na verdade, foi o único que testei na palma da mão. Sua cor é linda, porém ainda não fiz uma make completa com ele. Assim que eu fizer, postarei aqui!

Gloss labial Color Trend “Morango”, da Avon

Valor: R$7,80

20150425_160304

20150425_160337

20150425_160344

20150425_160346

20150425_160535

20150425_160603

Genteeeeem! Que cheirinho – e sabor – de infância! Adorei este mimo! Me lembrou muito quando eu tinha meus 10 anos e o máximo de cor que eu usava nos lábios era esse “Brilho Rollete”. Quem nunca? Hahaha

Base em bastão Color Trend “Bege”, da Avon

Valor: R$15,00

20150425_160653

20150425_160904

20150425_160930

20150425_160853

Bom, na verdade, esta cor não é a minha. Passei um pouco na bochecha (sempre testem base diretamente numa área do rosto) e ficou muito escuro! Porém não tem problema! Sempre que vocês passarem por isso, é simples: é só utilizá-la como contorno. Quer ver como? Técnica “Kim Kardashian”:

kim

kimdois

Perceberam que nessa técnica é utilizado um tom mais escuro abaixo das bochechas, na testa, no queixo e nas laterais do nariz? Pois então! Nada vira desperdício quando sabemos aproveitar o que nos é dado rs

Obs.: Quando o post foi feito, eu ainda não era vegana. Por isso, eu não uso mais algumas das marcas e produtos citados.

Bom, lindezas, por hoje é só. Espero que tenham gostado. Trarei fotos de makes com esses produtos em breve!

crt-branco

90’s style!

Hey pessoas, como vocês estão? Espero que bem! Bom, começo o post pedindo desculpa pela demora em atualizar o blog. Não tive muita inspiração nas últimas semanas e não queria escrever qualquer coisa. Porém… eis que ela veio! E o post de hoje é sobre a moda dos anos 90!

Óh céus, eu devo ter assistido mais de 10 filmes “colegiais americanos” nos últimos dias. A maioria deles se passando na década de 90. E, ei, como isso me inspirou! Então, tive a ideia de fazer um post sobre essa – linda, pelo menos para mim – época. Tops, gargantilhas “tribal”, xadrez, vestido lisos, blusas de alcinha, meias 3/4 e 7/8, jeans de cós alto… e claro: muita make nude e acessórios coloridos! Então venham comigo e mergulhem nesses anos!

1_clueless1

atual3 britney

britney2

Video Software Dealers Association Convention - July 11, 1993 clueless3 drw

christina2 jenniferaniston

girls girls2

A moda grunge:

grunge grunge2 grunge3

Os tão cobiçados jeans de cintura alta:

jeans katemoss

90s

Os tops + as saias:

livtyler livtyler2

A make nude ao melhor estilo “90’s”: sobrancelhas ao natural, batom puxado para o tom de marrom alaranjado e olhos bem delineados!

make prettywoman

drew

E para quem quiser se inspirar em looks “mais atuais”, aqui vão alguns ótimos:

atual4 atual atual2

E vocês devem estar se perguntando: “Ok, ótima inspiração, mas onde entra a pechincha?”. Hey pessoal, é justamente por isso que estamos aqui! Nada melhor do que compor um look “old” usando peças originais. Ou seja, vocês podem se inspirar e montar seus próprios looks com peças de brechó, que são baratinhas. É ou não é uma “mão na roda”? Bom, eu, particularmente, acho que sim, pois adoro peças “vintage”!

Então é isso pessoal, espero que tenham gostado e que se inspirem muito! Até a próxima,

crt-branco